• Filipe da Silveira, Fisioterapeuta

Não durmo bem...Tenho insônia.


A insônia, uma queixa apresentada no consultório com muita frequência, é descrita pela Sociedade Brasileira de Sono como dificuldade em iniciar e/ou manter o sono. Pode-se definir ainda como a incapacidade de adormecer com facilidade, acordar durante a noite, sono inquieto, acordar muito cedo e apresentar um sono perturbado pela presença de sonhos.

Se você se identifica com esse quadro, leia com atenção as informações que trouxe nessa matéria.

Causas

A insônia pode estar relacionada com uma causa específica:

  • ansiedade

  • depressão

  • estresse

  • dor muscular e/ou articular (artrite, por exemplo)

  • uso de medicamentos

  • ambiente inadequado (muito barulho, local quente demais, colchão ruim, claridade excessiva).

Nos casos em que não se relaciona com um fator causal mais evidente, é tida como insônia primária, aquela sem causa bem definida. Pode ser um quadro passageiro relacionado com algum fato recente, que geralmente melhora espontaneamente.

O que a insônia pode causar?

Além de todo desconforto gerado a noite por não conseguir dormir, o prejuízo pode se prolongar para o dia seguinte.

No ano de 2003, foi publicado o I Consenso Brasileiro de Insônia, o qual relacionou a frequência das conseqüências e co-morbidades da insônia com o seu tempo de duração. Na insônia crônica, de longa duração, observam-se:

  • alteração do humor

  • irritabilidade

  • redução do desempenho acadêmico e profissional

  • redução da concentração e da memória

Insônia segundo a Medicina Tradicional Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) possui uma visão bastante peculiar do corpo humano, de todas as suas relações com o meio externo e consigo mesmo. As doenças são interpretadas como sendo causadas principalmente por fatores externos e fatores internos, fatores estes que impedem o funcionamento adequado dos Órgãos e Vísceras (Zang Fu) e a circulação de Qi e de Sangue (Xue) pelo corpo, principalmente através dos Canais e Colaterais (Jing Luo), onde estão localizados os pontos de acupuntura.

“O sono vem de uma Mente tranqüila e a insônia vem de uma intranqüilidade da Mente”. Jing Yue Quan Shu

Os conceitos clássicos, da MTC, de Yin e Yang representam opostos complementares, de modo que o Yin está associado com frio, quietude, escuridão, repouso, noite, sono, enquanto que o Yang está associado com calor, movimento, claridade, atividade, dia, vigília. Assim, é possível perceber a relação da insônia segundo a MTC com uma falta relativa de Yin, ou seja, uma falta de repouso, noite, sono.

Tratamento com Acupuntura

A acupuntura e suas variantes, como acupuntura auricular e acupuntura craniana, têm sido empregadas com grande freqüência para o tratamento de insônia, sendo que diversos estudos recentes sugerem que a acupuntura pode controlar o sistema nervoso autônomo, além de estudos que demonstram que pontos específicos de acupuntura, principalmente aqueles que atuam diretamente no Coração , têm a capacidade de reduzir as atividades simpáticas.

A acupuntura contra insônia resgata o equilíbrio do organismo, pela liberação de neurotransmissores como serotonina que ajudam o nosso organismo a relaxar. Ela fará isto sem efeitos colaterais e de forma gradativa. Portanto, a melhora será percebida a cada sessão, com benefícios que podem ser visíveis já no primeiro dia do tratamento. A cada dia o paciente poderá perceber que levará menos tempo para dormir e que acordará menos vezes durante a noite.

Liberação de Melatonina

Em estudo publicado pelo Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences em 2004, foram selecionados 18 indivíduos com insônia e realizadas cinco semanas de tratamento com acupuntura. O estudo demonstrou através de análises das urinas destes indivíduos que houve um aumento da produção de melatonina durante a noite, diminuição de sua produção durante a manhã e à tarde, refletindo uma normalização da secreção de melatonina. Os autores concluíram que a acupuntura pode ser de grande valia para o tratamento da insônia, principalmente em pacientes ansiosos.

Como funciona o tratamento com acupuntura?

Na primeira consulta com o profissional o paciente já recebe o tratamento. Será realizada uma investigação minuciosa sobre os hábitos de vida, doenças, exames quando necessário e as queixas apresentadas pelo paciente de sua saúde física e mental. Após essa primeira etapa, o profissional fará um diagnóstico baseado na medicina chinesa para elaborar o tratamento.

O tratamento pode variar para cada pessoa. Comumente são colocadas agulhas em pontos específicos do corpo e também faz-se uso de auriculoterapia, na qual são colocadas sementes ou agulhas em regiões específicas na orelha.

A frequência das sessões pode variar entre uma ou duas vezes na semana. A medida que os sintomas são amenizados, as sessões podem ser realizadas a cada 15 dias.

Se identificou com os sintomas? A ausência de um sono reparador pode prejudicar a saúde física e mental, por isso é importante procurar ajuda de um profissional que possa lhe ajudar.

Deixe seu comentário sobre o que achou da matéria, dúvidas ou sua experiência com a acupuntura. Sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:

Filho, RCS e Prado, GF. The effects of acupuncture on insomnia treatment: systematic review. Rev Neurocienc 2007;15/3:183–189.

MACIOCIA, G. A Prática da Medicina Chinesa: Tratamento de doenças com acupuntura e ervas chinesas. Roca, SP, 1996.

Spence DW, Kayumov L, Chen A, Lowe A, Jain U, Katzman MA, et al. Acupuncture increases nocturnal melatonin secretion and reduces insomnia and anxiety: a preliminary report. J Neuropsychiatr Clin Neurosci 2004;16(1):19-28

#insônia #acupuntura #ansiedade

222 visualizações0 comentário